24 de abr de 2011

Bons ares

Ah, Botucatu
Se eu te deixo
É porque tu
Me deixa ir
E eu me largo
Nesse mundo
Doce amargo
Que confundo
Com a saudade
Que me dá
De você que fica aqui
Enquanto eu vôo por aí.
Mas eu volto,
Eu sempre volto,
Pra você me abraçar,
Me beijar e me ninar.
Porque tu, Botucatu,
Sempre será o meu lar.

Um comentário:

Ana Harff disse...

Ator-poeta-dramaturgo-artista-botucatuense-taurino-teimoso-filho do meio-do contra-que até escreve legal ...

e estamos por aí, firmes e fortes tentando fazer das palavras nossa melhor saída.

Gosto de quem sente fundo.

Um beijo de uma não atriz-poeta-artista-bailarina-libriana-carioca-teimosa-filha do meio-do contra

Ana